Total de visualizações de página

sábado, 19 de agosto de 2017

PROFESSORES GANHAM DIREITO A 48% DE REAJUSTE NO STF

STF | Professores podem receber com correção mais de 48% em reajustes não pagos do piso do magistério!
Ministro Edson Fachin - STF / Foto: Agência Brasil
Ministro Edson Fachin - STF / Foto: Agência Brasil
Apesar dos questionamentos de prefeitos e governadores, o Supremo Tribunal Federal considerou em 2011 que o Piso Nacional do Magistério é constitucional. Estados e municípios, portanto, são obrigados a pagar. Professores devem agir o quanto antes, pois, por lei, na Justiça só é possível cobrar até os cinco anos anteriores 
DA REDAÇÃO | Milhares de professores das redes estaduais e muncipais da educação básica de todo o país podem ter até 48,27%% em reajustes não pagos e devem acionar a Justiça para receber tudo com juros e correção monetária. Tal percentual refere-se ao somatório das correções do Piso Nacional do Magistério de 2013 a 2017. Trata-se do cumprimento da Lei Federal 11.738/2008, ratificada pelo Supremo Tribunal Federal em 2011. Se o prefeito ou governador não pagou ou cumpriu apenas parcialmente, o docente tem o direito de receber corrigido através de intervenção no Poder Judiciário.
O QUE DEVE SER FEITO
Em primeiro lugar, o professor deve procurar a assessoria jurídica de seu sindicato para saber se o prefeito e/ou governador pagou tudo direito conforme a lei do piso ou não. Se não tiver sindicato, a saída é consultar um advogado particular. De posse das informações e da constatação de que não houve o devido pagamento, a Justiça deve ser acionada.
Muitos sindicatos têm feito isso em todo o Brasil. Segundo matéria do G1 (01/02/2017), o Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Pará (Sintepp) é uma das entidades que ameaçou o governo desse Estado de entrar na Justiça para obter o reajuste de 7,64% dado ao piso do magistério em 2017. 
As perdas de muitos professores em relação a esse piso vêm na verdade desde 2010. No entanto, só é possível reclamar judicialmente os últimos cinco anos. Confira percentuais abaixo.
  • 2013 - 7,97
  • 2014 - 8,32
  • 2015 - 13,01
  • 2016 - 11,36
  • 2017 - 7,64
  • TOTAL: 48,27
Professores devem agir o quanto antes para não perderem ainda mais
Caso queiram receber os reajustes devidos e corrigidos, os professores devem acionar a Justiça o mais rápido que puderem. Por lei, só é possível cobrar direitos não pagos dos últimos cinco anos. Por conta disso, embora muitos prefeitos e governadores não tenham pago reajustes do piso de 2010, 2011 e 2012, os educadores ficaram no prejuízo e não podem mais buscar a lei para reparar os danos relativos a esses anos.
Veja o que isso representa em percentual:
  • 2010 - 7,86
  • 2011 - 15.85
  • 2012 - 22,22
  • TOTAL: 45,93
É preciso que os educadores, portanto, corram atrás dos seus direitos. Se não der na luta, vai na Justiça mesmo. Embora se saiba que o judiário é lento, um dia o dinheiro sai. E como vem com juros e correção monetária, sempre representa um bom alor.

NUVEM ESTRANHA DESPERTA CURIOSIDADE NA BAHIA.

Por G1 BA
 
Nuvem chama atenção em Teixeira de Freitas
Nuvem chama atenção em Teixeira de Freitas
O biomédico João Paulo Magalhães, de 29 anos, registrou em vídeo uma nuvem "estranha", em forma de flecha, na cor vermelha, que apareceu no céu da cidade de Teixeira de Freitas, no sul da Bahia. Conforme o biomédico, ele fez o registro por volta das 17h da última quinta-feira (17), no bairro Santa Rita, postou nas redes sociais e o vídeo viralizou. Até o final da tarde desta sexta-feira (18), o Facebook registrava 15 mil visualizações do vídeo.
"Eu moro aqui desde que nasci e nunca tinha visto algo parecido. Foi um espanto para todos aqui. Ninguém tinha visto nada assim e virou o grande comentário da cidade. Aguçou a curiosidade, o povo de cidade pequena arruma milhares de versões fantasiosas para esses fenômenos naturais e óticos como é o caso desse", disse João.
Vídeo de João Paulo compartilhado no facebook já teve  15 mil visualizações  (Foto: Reprodução/Facebook)Vídeo de João Paulo compartilhado no facebook já teve  15 mil visualizações  (Foto: Reprodução/Facebook)
O meteorologista Heráclio Alves, entretanto, explica que o fenômeno não é de "outro mundo". Segundo ele, a nuvem se formou por conta de um redemoinho de poeira que é comum neste período do ano na cidade, entre o final do inverno e início da primavera.
"É um período seco, de temperaturas mais elevadas. A área [cidade] é muito plana, como a temperatura aumenta bastante, os ventos aumentam e arrastam a poeira. O vento intenso foi girando e formou um cone. Na área rural, esse tipo de fenômero é mais comum, mas na área urbana não é um fato que as pessoas costumam ver", explicou.
Sobre a situação climática, João Paulo, detalhou que apesar da imagem parecer estática quando ele fez o registro, no local próximo à nuvem, ventou bastante. "Tinha muito vento, inclusive levantando muita poeira. Deu até um certo vendaval antes desta nuvem aparecer e soltou poeira para todos os lados", revela.
A cor da nuvem "estranha" também intrigou quem viu o fenômero, mas o meteorologista diz que ela pode ser explicada pela luz do pôr do sol refletindo na nuvem.
Nesta sexta-feira, a temperatura mínima na cidade é de 16°C e a máxima de 26°C, conforme o Instituto Nacional de Meteorologista (Inmet). Neste período, a temperatura é alta ao longo do dia e cai durante à noite e inicío da manhã.
Imagem da nuvem 'estranha' em outro ângulo  (Foto: Victor Fabem/Arquivo Pessoal)

sexta-feira, 11 de agosto de 2017

FISIOCULTURISTA MORRE AO DAR PULO EM EVENTO..


Vídeo mostra momento em que fisiculturista morre ao dar salto 'mortal para trás'


Jéssica Lauritzen
Tamanho do textoA A A
Um fisiculturista morreu quando tentava realizar uma acrobacia para animar a plateia durante uma competição na África do Sul. Ele quis dar um "salto mortal para trás", mas caiu no chão de mau jeito e teve o pescoço quebrado pelo impacto da queda.
A tragédia aconteceu no sábado, segundo sites de notícias como o britânico "Daily Mail". Natural da região de Umlazi, Sifiso Lungelo Thabete era campeão mundial da Federação Internacional de Fisiculturismo (IFBF, na sigla em inglês) na categoria de 75 kg.
As imagens da morte do sul-africano, gravadas durante o evento, estão circulando pelas redes sociais. Os vídeos mostram o momento em que o atleta entra na arena confiante e interagindo com o público, sob aplausos, após ser anunciado por um locutor.

Antes da apresentação
Antes da apresentação Foto: Reprodução / Vídeo


Ao iniciar o movimento conhecido como 'mortal para trás', o que segundo relatos ele fazia habitualmente antes de suas apresentações nos torneios, Thabete cai de forma inesperada, batendo com as costas e a cabeça no chão. Não houve oportunidade de socorro. O caso chocou a comunidade do fisiculturismo.


Atleta era campeão mundial da IFBB na categoria de 75 kg
Atleta era campeão mundial da IFBB na categoria de 75 kg Foto: Reprodução / Facebook

domingo, 6 de agosto de 2017

Concursos: 11 órgãos abrem inscrições para 858 vagas na segunda-feira

Salários chegam a R$ 26,1 mil na Defensoria Pública de Alagoas. Somente no Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul são 560 vagas.

Por Pâmela Kometani, G1
 
Lia Salgado dá 5 dicas para avaliar sua evolução nos estudos para concurso
Pelo menos 11 órgãos abrem inscrições, na segunda-feira (7), para 858 vagas e formação de cadastro de reserva em cargos de níveis fundamental, médio e superior. Os salários chegam a R$ 26,1 mil na Defensoria Pública de Alagoas. Somente no Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul são 560 vagas.
Nos concursos para formação de cadastro de reserva, os candidatos aprovados são chamados conforme a abertura de vagas durante a validade do concurso.
Veja os órgãos que abrem inscrições:
Câmara Municipal de Santa Luzia (MG)
A Câmara Municipal de Santa Luzia (MG) vai abrir concurso para 18 vagas em cargos de níveis fundamental, médio e superior. As remunerações vão de R$ 990 a R$ 3,6 mil. As inscrições podem ser feitas pelo site www.fumarc.com.br entre os dias 7 de agosto e 7 de setembro. Todos os candidatos serão avaliados por meio de prova objetiva (veja o edital no site da organizadora).
Defensoria Pública de Alagoas
A Defensoria Pública de Alagoas publicou edital de concurso público para 15 vagas de defensor público. O salário é de R$ 26.125,16. As inscrições podem ser feitas de 7 a 11 de agosto pelo site www.cespe.unb.br/concursos/DPE_AL_17_DEFENSOR. A prova objetiva será aplicada em 18 de novembro (veja a reportagem completa).
Governo de Rondônia
O Governo de Rondônia divulgou edital de concurso público para a Secretaria de Estado de Orçamento, Planejamento e Gestão (Sepog). São oferecidas 80 vagas, de nível médio e superior, além de vagas para cadastro reserva. Os salários variam de R$ 3.191,90 a R$ 7.193,80. As inscrições abrem no dia 7 de agosto e encerram no dia 6 de setembro e podem ser feitas pelo site http://fgvprojetos.fgv.br/concursos/segep-ro. A prova está prevista para o dia 22 de outubro (veja a reportagem completa).
Prefeitura de Bituruna (PR)
A Prefeitura de Bituruna (PR) divulgou três editais de concursos públicos para um total de 37 vagas em todos os níveis de escolaridade. São 9 vagas para a Secretaria de Saúde, 15 para a Secretaria de Administração e 13 para a Fundação Municipal de Saúde. Os salários vão de R$ 1.228,25 a R$ 19.883,25. As inscrições estarão abertas de 7 a 28 de agosto pelo site www.exatuspr.com.br. As provas estão previstas para o dia 1º de outubro (veja os editais no site da organizadora).
Prefeitura de Brazópolis (MG)
A Prefeitura de Brazópolis (MG) vai abrir processo seletivo para 14 vagas em cargos de níveis médio e superior. As remunerações vão de R$ 1.014 a R$ 8 mil. As inscrições podem ser feitas pelo site www.ibgpconcursos.com.br no período de 7 de agosto a 6 de setembro. A prova objetiva está prevista para 17 de setembro (veja o edital no site da organizadora).
Prefeitura de Ibema (PR)
A Prefeitura de Ibema (PR) vai abrir concurso público para 9 vagas em cargos de todos os níveis de escolaridade. As remunerações vão de R$ 2.446,47 a R$ 8.238,19. Os candidatos podem se inscrever de 7 a 21 de agosto pelo site www.fadct.org.br. A prova será aplicada na data provável de 3 de setembro (veja o edital no site da organizadora).
Prefeitura de Limeira (SP)
A Prefeitura de Limeira (SP) fará concurso para 35 vagas em cargos de níveis fundamental e médio. Os salários vão de R$ 1.359,61 a R$ 2.961,73. As inscrições podem ser feitas pelo site www.institutomais.org.br entre os dias 7 de agosto e 5 de setembro. Os candidatos serão avaliados por meio de prova objetiva, que será aplicada em 22 de outubro (veja o edital no site da organizadora).
Prefeitura de Pequi (MG)
A Prefeitura de Pequi (MG) divulgou edital de concurso público para 43 vagas em cargos de todos os níveis de escolaridade. Os salários vão de R$ 988,92 a R$ 12.355,09. As inscrições estarão abertas de 7 a 31 de agosto pelo site http://concursos.iadhed.org. A prova está prevista para o dia 17 de setembro (veja o edital no site da organizadora).
Prefeitura de Sooretama (ES)
A Prefeitura de Sooretama (ES) vai abrir processo seletivo para 22 vagas em cargos de nível fundamental. O salário é de R$ 937. As inscrições podem ser feitas pelo site www.sooretama.es.gov.br entre os dias 7 e 9 de agosto. A seleção será feita por meio de pontuação atribuída ao tempo de serviço em atividades do cargo ou assemelhadas (veja o edital no site da prefeitura).
Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul
O Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul divulgou edital de concurso público para 560 vagas para formação de cadastro de reserva em cargos de nível superior. Os salários variam de R$ 4.913,79 a R$ 5.636,96. As inscrições podem ser feitas de 7 de agosto a 18 de setembro pelo site www.pucpr.br/concursos. A prova será aplicada em 29 de outubro (veja a reportagem completa).
Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes)
A Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) vai abrir concurso para 25 vagas em cargos de níveis médio e superior. Os salários chegam a R$ 4,6 mil. As inscrições estarão abertas de 7 de agosto a 3 de setembro pelo site www.progep.ufes.br/content/concurso2017. A prova será aplicada em 29 de outubro (veja a reportagem completa).