Total de visualizações de página

segunda-feira, 30 de novembro de 2015

Com gol de bicicleta, Carlos Barbosa atropela Orlândia e conquista o penta

Torcida lota ginásio, time da casa faz 5 a 1 nos paulistas, ergue o troféu pela 5ª vez e se torna o maior campeão da história. Destaque é Pito, com um golaço de bicicleta

Por Carlos Barbosa, Rio Grande do Sul

O futsal brasileiro é laranja. O Carlos Barbosa fez muito mais do que precisava neste domingo e conquistou pela quinta vez a Liga Nacional de Futsal. Jogando pelo empate em seu ginásio, o Centro Municipal, o time gaúcho contou com o apoio de quase oito mil torcedores para derrotar o Orlândia por 5 a 1 e garantir o pentacampeonato. A grande jogada da tarde foi de Pito, que recebeu a bola de costas na entrada da área, matou no peito e deu uma linda bicicleta, para fazer o terceiro gol da equipe (veja o lance acima).
Carlos Barbosa, campeão da LNF 2015 (Foto: Luca Erbes/Futura Press)Carlos Barbosa comemora o título na Liga Nacional (Foto: Luca Erbes/Futura Press)
O Carlos Barbosa já havia sido campeão em 2001, 2004, 2006 e 2009 e, com a conquista deste domingo, se isola como o maior vencedor da história do torneio, que completou 20 anos. Os gols foram marcados por Pito (2), Bruno, Grillo e Murilo, enquanto Dieguinho descontou. Derrotado por 5 a 3 no jogo de ida, o Orlândia precisava vencer por qualquer placar no tempo normal para forçar a prorrogação. No tempo extra, os visitantes ainda precisariam conseguir o triunfo para levantar o troféu.
Pito, um dos grandes nomes da equipe na competição, foi muito esperto no primeiro tempo, roubou a bola do goleiro Deivid, conhecido por marcar gols do meio da quadra, e abriu o placar. Mas foi no início do segundo tempo que ele fez uma obra de arte, um golaço de bicicleta, abrindo 3 a 0.
- É um momento muito bom, esse título veio para coroar o ano. Tenho a agradecer a torcida, a todos os meus amigos - disse Pito.
Confira aqui como foi a partida no lance a lance
Final liga naciona de futsal: carlos barbosa (Foto: RICARDO ARTIFON)Pito se joga para a torcida após golaço (Foto: Ricardo Artifon)
O Orlândia até que teve chances no início do primeiro tempo para sair na frente e levar o duelo para prorrogação. O camisa 10 do Carlos Barbosa, Zico, foi expulso após dar uma cotovelada em Felipe, deixando o time da casa com um a menos por dois minutos. Os paulistas tiveram duas chances claras de gol e não aproveitaram. Na sequência, os gaúchos tomaram conta da partida, abriram 2 a 0 e praticamente liquidaram a partida ainda no primeiro tempo. 
O JOGO
Nos primeiros minutos de jogo, quem parecia precisar da vitória era o Carlos Barbosa. Em três minutos, foram três chances claras de gol, duas pararam nas mãos do goleiro Deivid, e na outra, Marlon tentou marcar de letra, mais jogou para fora.
Final liga naciona de futsal: carlos barbosa (Foto: Ricardo Artifon)Kevin na marcação em Dieguinho (Foto: Ricardo Artifon)
O primeiro chute do Orlândia foi aos quatro minutos, com Jackson, que chutou da entrada da área rente a trave. Aí, foi o time visitante que começou a dominar a partida e segurar a bola na quadra de ataque. Dieguinho também teve uma chance, assim como Ciço, que deu uma bomba para fora em um chute de fora da área.
Aos sete minutos, os visitantes tiveram sua maior chance do primeiro tempo. Em uma roubada de bola, o ataque do Orlândia chegou com três jogadores contra apenas um defensor do Carlos Barbosa. Após uma triangulação, Douglas cabeceou, sem goleiro, para fora. Por um momento, os oito mil torcedores pareceram segurar a respiração e um silêncio tomou conta do ginásio.
Carlos Barbosa x Orlândia final LNF (Foto: Luca Erbes/Futura Press)Carlos Barbosa bombardeou a defesa do Orlândia (Foto: Luca Erbes/Futura Press)

Na metade do primeiro tempo, a confusão se instalou dentro de quadra. O camisa 10 do Carlos Barbosa, Zico, deu uma cotovelada em Felipe e acabou expulso. O jogo ficou paralisado por três minutos e, na volta, o Orlândia pode jogar com um a mais por dois minutos. Os visitantes tiveram uma chance de ouro, mas Kevin conseguiu salvar quando até o goleiro Gian estava batido.
Quando o jogo parecia ter ficado morno, o goleiro Deividt tentou o chute do meio da quadra, Pito conseguiu o desarme e, sem goleiro, abriu o placar para os donos da casa, anotando seu 24º gol na Liga. Dois minutos depois, Douglas deu um carrinho dentro da área e a bola tocou em seu braço. O árbitro não teve dúvida e marcou o pênalti. Carlos defendeu, mas o árbitro anulou o lance pois o goleiro do Orlândia se adiantou. Na repetição, Murilo bateu no canto e ampliou.
Antes do término do primeiro tempo, o Orlândia ainda teve duas chances claras de gol, mas ficaram na mão de Gian e nos pés de Murilo, que salvou um gol quase certo de Gadeia. Mas, com três minutos, Pito anotou um golaço que sepultou de uma vez por todas as chances do time paulista. O camisa 18 recebeu na entrada da área, matou no peito e, de bicicleta, ampliou para os anfitriões. O quarto gol e o quinto gols, com Grillo e Bruno, não demoraram a sair.
Faltavam ainda doze minutos para o fim do jogo, mas os torcedores do Carlos Barbosa já faziam a festa no ginásio. Faltando oito minutos, Dieguinho marcou o gol de honra para o Orlândia.
FICHA TÉCNICA
Carlos Barbosa
Titulares: Gian, Marlon, Kevin, Pito (2) e Bruno (1)
Entraram: Dener, Rafa, Zico, Felipe, Grillo (1), Murilo (1)
Técnico: Marquinhos Xavier
Orlândia
Titulares: Deivid, Renan, Gadeia, Jackson e Dieguinho (1)
Entraram: Douglas, Cabreúva, Guina, Carlos, Fuzo,
Técnico: Cidão
CONHEÇA O CAMPEÃO
Fundada em 1976 após a fusão do Real e do River, rivais locais no futsal, a Associação Carlos Barbosa de Futsal só foi conquistar o seu primeiro título de expressão em 1996, quando a equipe faturou o Campeonato Gaúcho daquele ano. A partir de então, o time laranja trilhou um caminho de conquistas, que culminou em títulos nacionais e internacionais.
Fora do país, a ACBF foi o melhor time da América por três vezes: 2002, 2003 e 2011, unificando os títulos de campeã sul-americana e da América. Além do continente, o clube conquistou o mundo por três vezes. Em 2001, o Carlos Barbosa foi campeão do Torneio Intercontinental na Rússia, quando a competição ainda não tinha o aval da Fifa. Em 2004, foi a primeira equipe de futsal do planeta a ostentar o título de campeã do mundo, após o órgão máximo do esporte apadrinhar a disputa. E, em 2012, a consagração veio com o tricampeonato  em casa, quando Carlos Barbosa sediou a Copa Intercontinental pela primeira vez.
Nacionalmente, o Carlos Barbosa tem como principais feitos os títulos da Taça Brasil de Clubes de 2001 e 2009, além das Ligas Nacionais de 2001, 2004, 2006 e 2009.

sexta-feira, 27 de novembro de 2015

SAMPAIO E MARANHÃO SE ENFRENTAM NA LBF ESTE FIM DE SEMANA

Sampaio Corrêa estreou no dia 21 deste mês. Já o MB, só no dia 29.

Equipe do Sampaio Basquete estreia diante do América fora de casa. - Paulo de Tarso Jr.
SÃO LUÍS – A Liga de Basquete Feminino (LBF) divulgou a tabela do primeiro turno da temporada 2015/2016. Nesta edição do torneio nacional, duas equipes representarão o Maranhão na LBF: o Maranhão Basquete e o Sampaio Corrêa Basquete. Dos times maranhenses, o primeiro a entrar em quadra foi a equipe tricolor. O Sampaio Corrêa estreou no dia 21 deste mês diante do América de Recife fora de casa. No dia seguinte (22), as duas equipes voltaram a se enfrentar na capital pernambucana e ambas saíram com uma vitória cada.
Já o Maranhão Basquete, vai estrear somente no dia 29 deste mês. Por coincidência, a equipe maranhense vai fazer o clássico local diante do Sampaio Corrêa Basquete. No dia 30, haverá mais um encontro entre as duas equipes.
Nesta temporada, um dos grandes atrativos é a presença do Corinthians. O clube paulista entra na disputa da LBF como favorito à conquista do título. E o Corinthians desembarcará na capital maranhense no dia 10 de dezembro para realizar uma sequência de quatro jogos em cinco dias.
Nos dias 10 e 11, o Timão enfrentará Maranhão Basquete. Já nos dias 13 e 14 haverá os duelos contra o Sampaio Corrêa Basquete.
LBF 2015/2016
A temporada 2015/2016 da LBF terá a participação de seis equipes, com três representantes do Estado de São Paulo, dois do Estado do Maranhão e um de Recife. São eles: Corinthians/Americana (SP) – atual campeão –, Basketball Santo André (SP), Presidente Venceslau (SP), Maranhão Basquete (MA), Sampaio Corrêa (MA) e Uninassau/América (PE).
Também foi definido que a disputa do principal torneio de basquete feminino do país será realizada em turnos dobrados. Os seis times jogarão entre si em quatro oportunidades, sendo duas vezes como mandante e outras duas como visitante, totalizando 20 partidas realizadas por equipe ao final da fase de classificação.
A rodada de abertura da edição 2015/2016 da temporada da LBF será realizada no dia 20 de novembro e a fase de classificação terminará no fim do mês de março. Após a fase de classificação, as quatro equipes de melhor campanha garantem vaga automática para os playoffs da competição, que será realizado em todo o mês de abril.
A fase semifinal do campeonato nacional será disputada em uma série melhor de três jogos, com a equipe de pior campanha sediando o primeiro jogo e o time de melhor campanha realizando as duas últimas partidas em casa.
Já a grande decisão do campeonato nacional será realizada em uma série melhor de cinco jogos, com a equipe de melhor campanha sediando os jogos 1, 2 e 5 (se necessário) e o time de pior campanha atuando em casa nos jogos 3 e 4 (se necessário).
JOGOS DO SAMPAIO CORRÊA BASQUETE
21/11 – América x Sampaio Corrêa
22/11 – América x Sampaio Corrêa
29/11 – Sampaio Corrêa x Maranhão Basquete
30/11 – Sampaio Corrêa x Maranhão Basquete
13/12 – Sampaio Corrêa x Corinthians
14/12 – Sampaio Corrêa x Corinthians
21/12 – Santo André x Sampaio Corrêa
22/12 – Santo André x Sampaio Corrêa
02/01 – Sampaio Corrêa x Presidente Venceslau
03/01 – Sampaio Corrêa x Presidente Venceslau
JOGOS DO MARANHÃO BASQUETE
29/11 – Sampaio Corrêa x Maranhão Basquete
30/11 – Sampaio Corrêa x Maranhão Basquete
11/12 – Maranhão Basquete x Corinthians
12/12 – Maranhão Basquete x Corinthians
21/01 – América x Maranhão Basquete
22/01 – América x Maranhão Basquete
30/01 – Maranhão Basquete x Presidente Venceslau
31/01 – Maranhão Basquete x Presidente Venceslau
04/02 – Maranhão Basquete x Santo André
05/02 – Maranhão Basquete x Santo André

quarta-feira, 25 de novembro de 2015

"Neymar do badminton", bicampeão olímpico é idolatrado no evento-teste

Brasileiros também comparam Lin Dan a Messi e a "mistura de Djokovic, Federer e Nadal". Principal nome do esporte, astro chinês é atração no torneio desta semana

Por Rio de Janeiro

No Brasil, ele pode até passar despercebido. Mas para o ambiente do badminton, o chinês Lin Dan é a maior personalidade da modalidade. Comparações de alto nível não faltam para caracterizar o pentacampeão mundial e atual bicampeão olímpico: “Neymar do badminton”, “Messi do esporte”, “mistura de Rafael Nadal, Roger Federer e Novak Djokovic”. Procurando conhecer o local de disputa dos Jogos Olímpicos, o atleta de 32 anos está no Rio de Janeiro nesta semana para a disputa do Brasil Open, evento-teste das Olimpíadas de 2016, no Riocentro. E é notória a idolatria que asiáticos e amantes do badminton têm por ele.
Lin Dan, evento-teste, badminton (Foto: Matheus Tibúrcio)Lin Dan veio ao Rio para o evento-teste das Olimpíadas (Foto: Matheus Tibúrcio)
É a primeira vez que Lin Dan vem ao Brasil para jogar um torneio. Quis o destino que um brasileiro o enfrentasse na chave de grupos, garantindo pelo menos uma partida entre o astro do esporte e um atleta da casa. Igor Ibrahim, 921º do ranking mundial e de 19 anos de idade, foi à quadra nesta terça-feira com a meta de marcar 10 pontos por set contra o atual número 3 do mundo. Conseguiu no primeiro, mas não no segundo. Lin Dan ganhou por 21/12 e 21/5, em 22 minutos (confira alguns pontos da partida no vídeo acima).
- Fiquei surpreso quando saiu a chave. No começo fiquei com um pouco de receio por pegá-lo. É o Neymar do badminton. Mas depois pensei um pouco e vi que qualquer um gostaria de ter a oportunidade de enfrentá-lo algum dia - admitiu Igor Ibrahim.
Igor Ibrahim, Lin Dan, evento-teste, badminton (Foto: Matheus Tibúrcio)Igor Ibrahim marcou 17 pontos enão foi páreo para Lin Dan (Foto: Matheus Tibúrcio)
Todo o chamariz para Lin Dan não é para menos. Alunos do projeto social Miratus, berço do número 1 do país Ygor Coelho (72º), localizado na comunidade da Chacrinha, no Rio de Janeiro, foram ao Riocentro e aguardavam com ansiedade a aparição do atleta. Quando o nome do chinês e a quadra em que ele jogaria foram anunciados, os meninos correram para ficarem mais próximos do ídolo. O mesmo fizeram membros da imprensa chinesa e brasileira.
Em 2015, outro brasileiro havia desafiado Lin Dan, no Mundial, na Indonésia. Após ter protagonizado a primeira vitória do país na história dos Mundiais, Daniel Paiola (87º), número 2 do Brasil, enfrentou o atleta chinês. Fizera jogo mais duro que Igor Ibrahim, sendo derrotado com um duplo 21/14. Com a experiência que tem no circuito, Paiola acredita que Lin Dan reúne características de outros grandes nomes dos esportes.
- Ele tem um pouco de tudo: a perfeição com que ele joga, no limite; a facilidade com que ele sai de situações adversas. Ele poderia ser um Djokovic ou, no futebol um Messi, que não é só a dedicação e a força, é o talento mesmo que é dele, não tem como ensinar. Na verdade, ele sempre foi mais Nadal. Mas agora ele está com 32 anos e você vê que o nível dele está se tornando mais Federer, aquele cara mais técnico. E em questão de resistência, os chineses podem ficar jogando o dia inteiro que não cansam. Ele é uma mistura de todos - comparou Paiola.
Brasileiro mais bem ranqueado no momento, Ygor Coelho, que completou 19 anos nesta terça-feira, mal vê a hora de enfrentar Lin Dan.
- Estou muito motivado para poder enfrentá-lo. É raro ele vir nas Américas, no Brasil, no Rio… Se eu chegar lá, vou ter essa honra de jogar contra o bicampeão olímpico - torce Ygor Coelho.
Daniel Paiola, Mundial de badminton (Foto: Getty Images)Daniel Paiola encarou Lin Dan no Mundial e viu bem de perto o talento do atual bicampeão olímpico (Foto: Getty Images)
Apesar de todos os elogios, Lin Dan garante ser uma pessoa tranquila em relação à fama. De forma humilde, ele garante nem se considerar uma celebridade.
- Eu não me acho especial, porque cresci numa família normal. Quem é especial mesmo é meu treinador, que é muito rigoroso - declarou o chinês.
Lin Dan volta à quadra nesta quarta-feira para seu último compromisso pela fase de grupos. Ele pega o eslovaco Matej Hlinican (168º).
O evento-teste do badminton tem o mesmo formato olímpico, com fase de grupos seguida de jogos eliminatórios. As chaves de simples têm 30 jogadores no masculino e 16 no feminino. Nas duplas, são 14 parcerias no masculino, oito no feminino e 18 nas mistas. Somente a chave individual masculina terá partidas de oitavas de final. As demais categorias iniciam o mata-mata nas quartas de final, à exceção das duplas femininas, que entram direto na definição de medalhas (semifinais).
Confira a programação restante do evento-teste (horários de Brasília):
Quarta-feira (25.11) - Fase de grupos a partir das 10h
Quinta-feira (26/11) - Fase de grupos a partir das 10h / Oitavas de final da simples masculina a partir das 13h
Sexta-feira (27/11) - Quartas de final a partir das 10h
Sábado (28/11) - Semifinais a partir das 14h
Domingo (29.11) - Finais a partir das 13h

terça-feira, 24 de novembro de 2015

Dia da Consciência Negra: o Futebol em dívida com o Vasco da Gama.

RESPOSTA HISTÓRICA!

Há 90 anos, um clube – o Clube de Regatas Vasco da Gama - mudou os rumos do futebol brasileiro, ao dizer “não” a Arnaldo Guinle, o então poderoso presidente da Associação Metropolitana de Esportes Atléticos (AMEA), e chefe de uma família, ainda hoje, uma das mais tradicionais do Rio de Janeiro.
O Vasco da Gama, campeão carioca de 1.923 comunicava que não pretendia fazer parte da nova entidade para não se submeter a exigência da Liga recém fundada pelos cinco clubes mais influentes  à época – América, Bangu, Botafogo, Flamengo e Fluminense – de que excluísse dos seus quadros 12 atletas, a maior parte deles negros, pobres e nordestinos considerados pela AMEA de “profissão duvidosa”. A decisão foi comunicada no dia 07 de abril de 1.924 e é assinada pelo então presidente José Augusto Prestes.
Campeão
Com a decisão, que ficou conhecida como “Resposta Histórica”, o Vasco manteve-se na Liga Metropolitana de Desportos Terrestres, por onde disputou e venceu o campeonato carioca do ano anterior, enfrentando os cinco grandes e disputou o campeonato de 1924, esvaziado contra equipes de menor expressão. Foi campeão com 16 vitórias em 16 jogos.
No ano seguinte voltaria a fazer parte da Associação presidida por Guinle, sem qualquer condição, com um elenco de atletas, negros, nordestinos e pobres.
A decisão da direção vascaína fez história. A “Resposta Histórica” publicada pela imprensa da época está na sala de Troféus do Vasco da Gama. Ganhou imediatamente repercussão na imprensa carioca sendo publicada em vários jornais, como o jornal “O Paiz”, um dos mais importantes da época, na página 8 da edição de 16/04/1924.
“Quanto á condição de eliminarmos doze dos nossos jogadores das nossas equipes, resolveu, por unanimidade, a directoria do C. R. Vasco da Gama não a dever aceitar, por não se conformar com o processo por que foi feita a investigação das posições sociaes desses nossos consoclos, investigação levada a um tribunal onde não tiveram nem representação, nem defesa. (...) São esses doze jogadores, jovens, quasi todos brasileiros, no começo da sua carreira, e o acto publico que os póde macular, nunca será praticado com a solidariedade dos que dirigem a casa que os acolheu, nem sob o pavilhão que elles com tanta galhardia cobriram de glorias”, encerra o então presidente vascaíno José Augusto Prestes.

Leia, na íntegra, a "Resposta Histórica".
"Rio de Janeiro, 7 de abril de
                        1924 — Officio n. 261 — Exmo. Sr. Dr. Arnaldo Guinle, muito digno presidente da Associação Metropolitana de Esportes Athleticos—
As resoluções divulgadas hoje pela imprensa, tomadas em reunião de hontem pelos altos poderes da Associação a que V. Ex. tão dignamente preside, collocam o Club de Regatas Vasco da Gama numa tal situação de inferioridade, que absolutamente não póde ser justificada, nem pelas deficiencias do nosso campo, nem pela simplicidade da nossa sede, nem pela condição modesta de grande numero dos nossos associados.
Os privilégios concedidos aos cinco clubs fundadores da A. M. E. A., e a fórma por que será exercido o direito de discussão e voto, e feitas as futuras classificações, obrigam-nos a levar o nosso protesto contra as citadas resoluções.
Quanto á condição de eliminarmos doze dos nossos jogadores das nossas equipes, resolveu, por unanimidade, a directoria do C. R. Vasco da Gama não a dever aceitar, por não se conformar com o processo por que foi feita a investigação das posições sociaes desses nossos consoclos, investigação levada a um tribunal onde não tiveram nem representação, nem defesa.
Estamos certos que V. Ex. será o primeiro a reconhecer que seria um acto pouco digno da nossa parte sacrificar, ao desejo de fazer parte da A. M. E. A., alguns dos que luctaram para que tivessemos, entre outras victorias, a do campeonato de foot-ball da cidade do Rio de Ja  neiro de 1923.
São esses doze jogadores, jovens, quasi todos brasileiros, no começo da sua carreira, e o acto publico que os póde macular, nunca será prati cado com a solidariedade dos que dirigem a casa que os acolheu, nem sob o pavilhão que elles com tanta galhardia cobriram de glorias.
Nestes termos, sentimos ter que comunicar a V. Ex. que desistimos de fazer parte da A. M. E. A.
Queira V. Ex. aceitar os protestos da maior consideração e estima de quem tem a honra de se subscrever, do V. Ex., att. vnr. e obro. —
José Augusto Prestes, presidente."

Brasil encara ídolo chinês e potências do badminton em evento-teste no Rio


Lin Dan, badminton (Foto: AFP)Lin Dan é principal nome do torneio (Foto: AFP)

Penta mundial e bicampeão olímpico, Lin Dan é destaque na categoria de Ygor Coelho. Atletas da Holanda, EUA, Índia chamam a atenção em torneio no Riocentro


Por Rio de Janeiro
Após três medalhas no Pan de Toronto, a inédita vitória em uma chave principal do Campeonato Mundial, um bom resultado na Copa do Mundo por equipes e três ouros no Torneio Internacional de São Paulo, o badminton brasileiro terá pela frente mais uma chance de mostrar o crescimento do esporte no país. De terça a domingo, no pavilhão 4 do Riocentro, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, será disputado o evento-teste da modalidade. Em uma prévio dos Jogos Olímpicos, será a oportunidade para os atletas do Brasil enfrentarem grandes nomes internacionais.

Tido como um das principais revelações do badminton no momento, o jovem Ygor Coelho, número 1 do Brasil e 67º do ranking mundial, quer aproveitar bem a oportunidade. Ele está no Grupo G, que tem o ucraniano Artem Pochtarev (90º), do eslovaco Jarolim Vicen (129º) e do jamaicano Gareth Henry (208º). Seu sonho, contudo, é avançar de fase para ter a chance de enfrentar o chinês Lin Dan, atual bicampeão olímpico e pentacampeão mundial, que está no Grupo A, ao lado do eslovaco Matej Hlinican (167º) e do brasileiro Igor Ibrahim (925º).

-  Acho que caí num bom grupo e tenho chance de me classificar em primeiro. Nunca enfrentei meus adversários de grupo, mas já os vi jogando. Estou ansioso para participar do evento-teste, quero ver o ginásio cheio. E espero realizar o meu sonho de enfrentar o Lin Dan, uma lenda do badminton - afirmou Ygor.

No caso do masculino, os outros brasileiros de destaque na disputa de simples masculina são Daniel Paiola (85º) e Alex Tjong (112º). Na chave feminina, o maior nome é a americana Rong Schafer (38ª). Ela está no Grupo A, ao lado da tcheca Zuzana Pavelkova (84ª), da chinesa Li Yun (132ª) e da brasileira Paloma da Silva (337ª).
Ygor Coelho - badminton (Foto: Divulgação)Ygor Coelho é um dos principais nomes do Brasil na competição (Foto: Divulgação)


Número 1 do Brasil, Lohaynny Vicente (67ª) está no Grupo B e tem como rivais a austríaca Elisabeth Baldauf (81ª), a mexicana Mariana Ugalde (158ª) e a indiana Lalita Dahiya (190º). A chave feminina conta ainda com as participações de Fabiana Silva (73ª) e Ana Paula Campos (209ª).

Nas duplas masculinas, o destaque vai para os indianos Manu Attri e B. Sumeeth Reddy (20º) e os chineses Wang Yilv e Zhang Wen (28º). A principal parceria do Brasil é formada por Daniel Paiola e Hugo Arthuso (55º). No feminino, o time a ser batido é composto por Eefje Muskens e Selena Piek, da Holanda, atual nona colocada no ranking mundial. Elas estão no Grupo A, ao lado das brasileiras Lohaynny e Luana Vicente (44ª), das americanas Eva Lee e Paula Lynn Obanana (24ª) e das alemãs Isabel Herttrich e Birgit Michels (30ª).

Nas duplas mistas, os principais parceiros são os alemães Michael Fuchs e Birgit Michels, atuais 14º colocados no ranking mundial. Eles estão no Grupo A, ao lado dos canandenses Toby Ng e Alex Bruce (25º), dos chineses Zhang Wen e Jia Yifan e dos brasileiros Igor Ibrahim e Paloma da Silva. O Brasil também conta com Alex Tjong e Luana Vicente (119º) e Hugo Arthuso e Fabiana Silva (103º).

O evento-teste do badminton terá o mesmo formato da disputa olímpica, com fase de grupos seguida de jogos eliminatórios. As chaves de simples terão 30 jogadores no masculino e 16 no feminino. Nas duplas, são 14 parcerias no masculino, oito no feminino e 18 nas mistas. Somente a chave de simples masculina terá jogos de oitavas de final. As demais categorias iniciam o mata-mata nas quartas de final.

Confira a programação:

Terça-feira (24.11) - Fase de grupos a partir das 11h
Quarta-feira (25.11) - Fase de grupos a partir das 10h
Quinta-feira (26/11) - Fase de grupos a partir das 10h / Oitavas de final da simples masculina a partir das 13h
Sexta-feira (27/11) - Quartas de final a partir das 10h
Sábado (28/11) - Semifinais a partir das 14h
Domingo (29.11) - Finais a partir das 13h
*Horários de Brasília

segunda-feira, 23 de novembro de 2015

LARANJA MECÂNICA DO FUTSAL: CARLOS BARBOSA VENCE PRIMEIRO JOGO DA FINAL

Carlos Barbosa vence Orlândia fora
de casa e fica a um empate do penta

Jogando em Uberaba-MG, time gaúcho conta com ótima atuação de Pito, triunfa por
5 a 3 e consegue ótima vantagem na decisão da LNF. Jogo final será domingo no Sul

Por Uberaba, MG

Campeão da Liga Nacional de Futsal em 2001, 2004, 2006 e 2009, o Carlos Barbosa deu um enorme passo  para conquistar o seu quinto título. Jogando em Uberaba-MG, local escolhido pelo Orlândia para sediar as suas partidas finais com mando de quadra, o time gaúcho largou na frente na decisão da LNF 2015 ao derrotar o rival por 5 a 3 nesta segunda-feira. Os gols da equipe gaúcha foram marcados por Rafa (dois), Dener, Pito e Bruno. Douglas, Dieguinho e Guina balançaram a rede para o Orlândia.
Cabreúva Orlândia Carlos Barbosa final liga nacional de futsal (Foto: Márcio Damião/Divulgação)Cabreúva Orlândia Carlos Barbosa final liga nacional de futsal (Foto: Márcio Damião/Divulgação)
A segunda e última partida da LNF 2015 acontece no próximo domingo, às 13h, no Centro Municipal de Eventos Sérgio Luiz Guerra, em Carlos Barbosa (RS). Um empate garante o título dos gaúchos. Campeão da Liga em 2012 e 2013, o Orlândia precisa vencer por qualquer placar para forçar a prorrogação. No tempo extra, o Carlos Barbosa tem a vantagem da igualdade por ter a melhor campanha. O SporTV transmite a decisão ao vivo, e os assinantes do Canal Campeão também poderão acompanhar a partida através do SporTV Play.
o jogo

A partida mal começou, e o Orlândia já abriu o placar. Com apenas 17 segundos de bola rolando, Douglas aproveitou falha de Bruno e chutou rasteiro para fazer 1 a 0. Mesmo em vantagem, o time paulista - que jogou desfalcado do goleiro Deivd e do ala Gadeia, expulsos na semifinal contra o Corinthians - continuou pressionando. Aos três minutos, Pito escorregou e deixou a bola com Cabreúva, que quase marcou o segundo. Dois minutos depois, porém, não teve jeito. Após lançamento longo para o ataque orlandino, Dieguinho ganhou de Marlon e soltou uma bomba sem chances de defesa para Gian. O Carlos Barbosa só foi chegar com perigo ao gol adversário aos sete. Em finalização de longe, Murilo tentou encobrir Du, que conseguiu tirar com a ponta dos dedos.
Escolha os melhores jogadores da 20ª edição da Liga Nacional de Futsal
Decisão da Liga Nacional terá casa cheia em Carlos Barbosa
Orlândia Carlos Barbosa final liga nacional de futsal (Foto: Márcio Damião/Divulgação)O Orlândia, de Renan, começou o jogo pressionando o Carlos Barbosa, de Gian (Foto: Márcio Damião/Divulgação)
Aos oito, o time gaúcho chegou ao seu primeiro gol. Em contra-ataque puxado por Zico, Rafa ficou livre para diminuir para 2 a 1. O gol deu confiança ao Carlos Barbosa, que aumentou a pressão nos minutos seguintes. Aos 11, Grillo avançou pelo meio e chutou no canto. Du foi buscar. O Orlândia respondeu na sequência. Aproveitando o mau posicionamento de Gian, Ciço bateu da sua quadra de defesa e acertou a trave. Aos 12, o Carlos Barbosa reclamou de pênalti em Dener, quando o jogador invadiu a área e caiu após disputar bola com a defesa orlandina. A arbitragem mandou seguir.
Mesmo com o seu limite de faltas estourado, o Carlos Barbosa continuou criando chances. E numa delas, o time gaúcho igualou o marcador. Depois de uma bela jogada de Pito, Dener recebeu na área e tocou de cavadinha para fazer 2 a 2. Completamente dominado naquele momento da partida, o Orlândia escapou de levar a virada aos 15, quando Pito chutou sem goleiro, e Douglas salvou em cima da linha. Aos 18, Felipe Valério recebeu na frente e tocou na saída de Du, que desviou com a ponta dos dedos pela linha de fundo, garantindo o placar da etapa.
Orlândia Carlos Barbosa final liga nacional de futsal (Foto: Márcio Damião/Divulgação)Jackson não conseguiu levar o Orlândia à vitória (Foto: Márcio Damião/Divulgação)
O panorama da partida continuou o mesmo no segundo tempo: Carlos Barbosa no ataque, e Orlândia na defesa. Aos dois minutos, o time gaúcho tratou de aproveitar o bom momento e marcar o seu terceiro gol, novamente com Rafa, completando cobrança de escanteio. A Laranja Mecânica não demorou a fazer o quarto. Aos três, Kevin recebeu na frente e tocou por cobertura. A bola pegou no travessão e sobrou limpa para Pito estufar a rede: 4 a 2. O Orlândia só foi acordar aos cinco, quando Jackson soltou uma bomba em cobrança de falta, e Gian fez defesa espetacular.
Aos sete, Dieguinho dominou no ataque, fez o giro, mas errou a finalização. Segundos depois, Cabreúva fez bela jogada individual, invadiu a área, mas foi desarmado no momento da conclusão. Aos nove, foi a vez de o Orlândia reclamar a não marcação de um pênalti. Na jogada polêmica, Matheus teria sido derrubado por Bruno. A seis minutos do fim, o árbitro pegou um segundo recuo para Gian. Na cobrança, Jackson chutou forte, e o goleiro do Carlos Barbosa defendeu com o ombro.
Logo depois, o técnico Cidão lançou o ala Guina como goleiro-linha. No primeiro contra-ataque, Bruno arrancou em velocidade e tocou com categoria para marcar o quinto gol do time do Sul, jogando um balde de água fria nas esperanças do Orlândia. Mesmo com três gols de desvantagem, o time paulista ainda criou algumas chances no final da partida. Numa delas, Guina aproveitou passe de Jackson e diminuiu para 5 a 3, placar final.
escalações
Orlândia: Du, Ciço, Matheus, Cabreúva e Douglas. Entraram: Jackson, Felipe, Kauê, Renan Fuzo, Guina, Renan, Dieguinho e Carlos. Técnico: Cidão.
Carlos Barbosa: Gian, Marlon, Kevin, Bruno e Pito. Entraram: Felipe Valério, Venâncio, Grillo, Zico, Murilo, Rafa, Canabarro e Dener. Técnico: Marquinhos Xavier.

SAMPAIO BASQUETE INICIA CAMPANHA NA LBF

América-PE vence o Sampaio Basquete na estreia da LBF 2015-16

Postada em: 21/11/2015 14h44m

No primeiro desafio da temporada o América-PE, atual vice-campeão da LBF, venceu  Sampaio por 77 x 67. Dominando o jogo desde o primeiro quarto, os destaques do triunfo pernambucano foram a cestinha Ariadna, com 19 pontos, e Adriana com cinco assistências na partida.

Com Ariadna inspirada desde o primeiro quarto, marcando 10 pontos, o América-PE começou bem a partida vencendo por 24 x 15. No período mais equilibrado do jogo, o Maranhão não deixou as pernambucanas se distanciarem no placar e a partida foi para o intervalo com triunfo parcial das donas da casa por 42 x 32.

No terceiro quarto, novamente o América-PE voltou a impor o seu jogo. Ariadna voltou a brilhar, anotando nove pontos e ampliando a diferença no marcado, que fechou em 66 x 47. No último período o Sampaio reagiu e marcou 20 pontos, mas insuficientes para conquistar uma virada na partida que terminou com o triunfo pernambucano por 77 x 67.

As duas equipes voltam a se enfrentar no domingo, também no Ginásio Wilsom Campos, às 11h (de Brasília).

Sampaio Basquete dá show, bate América e vence a primeira na LBF

Com atuações impecáveis de Iziane e Nádia time maranhense venceu por 88 a 56.


Por Recife
Depois de um tropeço na estreia da Liga de Basquete Feminino (LBF), o Sampaio teve uma atuação impecável do início ao fim e venceu o América por 88 a 56. O time maranhense se impôs desde o primeiro minuto de jogo e teve como destaques na partida a cestinha Iziane, com 22 pontos, e Nádia, com 17 pontos e 19 rebotes.  
Com Iziane perfeita nos arremessos de três pontos (três acertos em três tentativas) e Nádia muito bem no ataque e melhor ainda nos rebotes, a equipe maranhense conseguiu jogar no mesmo nível do time da casa. Tanto que o primeiro quarto terminou com vantagem maranhense por um ponto: 24 a 23. 
Com Iziane perfeita nos arremessos de três pontos, Sampaio derrotou América por 88 a 56 (Foto: Robson Neves/Divulgação)Iziane foi um dos destaques do Sampaio (Robson Neves/Divulgação)
Muito bem em quadra, com um ataque eficiente e uma defesa consistente, o time tricolor abriu sua maior vantagem no placar a dois minutos do fim do segundo quarto: 35 a 28. Nos minutos finais, Iziane aproveitou para ampliar a vitória parcial do Sampaio para 43 a 33.
O América buscava reagir, mas o Sampaio Corrêa Basquete continuava sendo bastante eficiente. Iziane, Karina Jacob e Nádia mantiveram a vantagem tricolor em dez pontos. Com arremessos certeiros de três de Wheeler e de Palmira, o Sampaio Corrêa abriu vinte pontos: 61 a 41. No último período o Sampaio comprovou a superioridade em quadra e marcou mais 27 pontos e garantiu a vitória por 88 a 56.
Na sequência da LBF, o Sampaio fará quatro jogos consecutivos em São Luís. O primeiro será contra o Maranhão Basquete nos dias 29 e 30 de novembro. Depois terá pela frente o Corinthians, nos dias 13 e 14 de dezembro. Estas quatro partidas ocorrerão no Ginásio Castelinho, no Outeiro da Cruz.

JOGOS DO SAMPAIO CORRÊA BASQUETE*
21/11 (10h) – América 77 x 67 Sampaio Corrêa
22/11 (10h) – América 56 x 88 Sampaio Corrêa
29/11 (10h) – Sampaio Corrêa x Maranhão Basquete
30/11 (20h) – Sampaio Corrêa x Maranhão Basquete
13/12 (10h) – Sampaio Corrêa x Corinthians
14/12 (20h) – Sampaio Corrêa x Corinthians

domingo, 22 de novembro de 2015

Sem surpresas, favoritos vencem em evento-teste de tênis de mesa no Rio


Eric Jouti, Cazuo Matsumoto e Thiago Monteiro evento-teste de tênis de mesa (Foto: Thiago Quintella)Eric Jouti, Cazuo Matsumoto e Thiago Monteiro com a medalha de ouro (Foto: Thiago Quintella)

Neste sábado, equipes brasileiras decidiram o ouro; no masculino, vitória do time A, enquanto, no feminino, desistência de Caroline Kumahara dá título ao time B

Por Rio de Janeiro
Sem grandes estrela nas chaves, o Torneio Internacional de Tênis de Mesa, no Rio de Janeiro, foi encerrado com os favoritos no alto do pódio neste sábado. As equipes A e B do Brasil fizeram a decisão nas categorias masculina e feminina. Entre os homens, melhor para o time principal, formado por Cazuo Matsumoto, Thiago Monteiro e Eric Jouti, que ficou com a medalha de ouro. No feminino, a lesão de Caroline Kumahara, do time A, com dores nas costas, fez o time B brasileiro sair com a vitória. Assim, Jessica Yamada, Leticia Nakada e Ligia Silva conquistaram o título.
A competição feminina era a que se esperava o maior equilíbrio, já que as seis atletas envolvidas na decisão por equipes estão em pé de igualdade para conquistarem as três vagas olímpicas. E isso ficou comprovado com os duelos. Na primeira partida, Leticia Nakada cresceu sempre no fim dos sets e conseguiu a vitória sobre Bruna Takahashi por 3 sets a 1 (11-7, 9-11, 13-11 e 11-9) para colocar o time B na frente. Em seguida, Gui Lin, campeã no individual, dominou Jessica Yamada e venceu rapidamente por 3 sets a 0 (11-8, 11-4 e 11-7) para empatar a disputa. Nas duplas, Jessica Yamada e Ligia Silva venceram Bruna Takahashi e Caroline Kumahara por 3 sets a 1 (11-8, 9-11, 12-10 e 11-9). Logo após o confronto, Kumahara anunciou desistência, dando o título à equipe B.
- A Carol teve um problema nas costas, uma pena... Mas, é um resultado normal. As seis estão normalmente representando o Brasil nas competições. Mas, num geral foi bom. Esse torneio, elas tiveram uma prévia de como foi o local de jogo, pode ser que seja esse piso, a iluminação. Pelo fato de ter vindo apenas a equipe chilena, que nem era a equipe principal, os resultados foram normais. Cada uma tem que colocar na cabeça o que tem que fazer, que é o que vai valer. Ano que vem tem o latino-americano e depois vamos definir a equipe para o pré-olímpico. Espero que cada uma faça sua parte, mas estou tranquilo que, quem for escolhida, estará pronta para fazer o seu melhor - disse Hugo Hoyama, técnico da seleção brasileira feminina.
Ligia Silva, Jessica Yamada e Leticia Nakada tênis de mesa evento-teste (Foto: Thiago Quintella)Jessica Yamada, Ligia Silva e Leticia Nakada ficaram com a vitória (Foto: Thiago Quintella)
Entre os homens, a superioridade do time A prevaleceu na disputa. Com a ausência de Hugo Calderano, principal jogador brasileiro, coube a Thiago Monteiro comandar a seleção formada também por Cazuo Matsumoto e Eric Jouti, que venceu por 3 a 1 e garantiu o ouro. Thiago, medalha de prata no Pan, conquistou duas vitórias individuais por 3 sets a 0, contra Massao Kohatsu (11-2, 11-7 e 11-3) e Jeff Yamada (11-5, 11-8 e 11-3). Cazuo venceu Humberto Manhani por 3 a 0 (11-6, 11-8 e 11-7). Nas duplas, o único ponto do time B, com a vitória Jeff Yamada e Massao Kohatsu sobre Eric Jouti e Cazuo Matsumoto por 3 sets a 1 (11-9, 12-10, 10-12 e 11-9).
único europeu vence no individual
Com uma participação majoritariamente de brasileiros, o britânico Paul Drinkhall roubou os holofotes na competição individual masculina, que foi decidida na sexta-feira. Número 57 do mundo, o único jogador de fora da América Latina na competição dominou o experiente brasileiro Thiago Monteiro, prata no Pan-Americano de Toronto, na decisão por 4 sets a 0 (11/5, 12/10, 11/7 e 11/7) e levou a medalha de ouro.
Entre as mulheres, outra vitória da favorita. Cabeça de chave número 1, a chinesa naturalizada brasileira Lin Gui superou Leticia Nakada por 4 sets a 0 (11/3, 11/5, 11/7 e 11/5) e ficou com o título da competição, também na sexta.
- Eu estou satisfeita. A gente sabe que mesmo não vindo as jogadoras fortes de todo o mundo, reunimos as melhores brasileiras. E, para ganhar um torneio assim, não é tão fácil. Então, acho que fiz minha parte, melhorando a cada jogo e estou feliz com meu desempenho - avaliou a campeã feminina.

sábado, 21 de novembro de 2015

Real x Barça: segurança protagoniza clássico após ataques do EI na França

Messi e Rakitic treino Barcelona (Foto: Miguel Ruiz / Barcelona)Messi e Rakitic participam normalmente do treino do Barcelona (Foto: Miguel Ruiz / Barcelona)
Polícia em frente ao santiago bernabeu (Foto: Márcio Iannacca / GloboEsporte.com)Polícia em frente ao Santiago Bernabéu (Foto: Márcio Iannacca / GloboEsporte.com

Nem CR7, nem Bale. Tão pouco Messi ou Neymar. Quase 2.400 homens vão cuidar da integridade dos times, torcedores e profissionais que estarão no jogo deste sábado



Os olhos dos torcedores eram para estar voltados apenas para o gramado do Santiago Bernabéu, neste sábado, às 15h15 (de Brasília). Messi, Cristiano Ronaldo, Bale, Neymar... Uma constelação dentro de campo. Mas os ataques do Estado Islâmico na última sexta-feira em Paris, que deixaram até aqui 130 mortos, mudaram o panorama do clássico, considerado de risco 4 para situações deste tipo (o máximo é 5). De um lado, a atenção nas estrelas, do outro nos quase 2.400 homens que vão participar da segurança da partida, válida pela 12ª rodada do Campeonato Espanhol - com transmissão em Tempo Real do GloboEsporte.com.
A reportagem apurou que mais de mil homens da polícia de Madri estarão destacados para fazer tal segurança. Além disso, o Real Madrid vai disponibilizar quase 1.200 seguranças privados. Sem contar os 122 guardas municipais. A intenção das autoridades locais é criar um círculo triplo de segurança, realizando uma espécie de cadastro dos torcedores que forem chegando ao estádio merengue.
No aeroporto e no hotel onde a reportagem está hospedada em Madri, o aviso foi claro: chegar com antecedência ao Santiago Bernabéu, pelo menos três horas antes do clássico, e não levar bolsas muito grandes, como mochilas. É o mesmo pedido feito pelas autoridades. A intenção é que o fluxo de pessoas acesse as cercanias do estádio o mais rápido possível, ultrapassando as três barreiras de segurança que serão montadas. Outro dado importante confirmado pelas autoridades será a presença de policiais à paisana. Eles estarão circulando entre os torcedores.
Além da polícia local, dos guardas municipais e dos seguranças privados, o torcedor também perceberá a presença do Grupamento Canino, da UIP (Unidade de Intervenção Especial), da Cavalaria e da UPR (Unidade Prevenção e Reação). Desde o último domingo, as autoridades têm se reunido para fechar o esquema de segurança para o clássico. Tudo para evitar a presença de pessoas ligadas ao Estado Islâmico na partida.
real Madrid x Barcelona (Foto: Márcio Iannacca / GloboEsporte.com)Na véspera de Real e Barça, Bernabéu recebeu visitantes para tour (Foto: Márcio Iannacca / GloboEsporte.com)

Na véspera do confronto, o Bernabéu respirava o clássico. Não apenas pela quantidade de policiais e jornalistas, mas torcedores e fãs circulavam livremente no tour do estádio. O que chamou a atenção numa rápida caminhada pela parte interna do estádio foi a presença quase que em todo percurso de seguranças do clube merengue. Até o vestiário que será usado pelo Barcelona neste sábado estava aberto para visitação, claro, sem Messi, Neymar & cia.
- Não haverá lugar mais seguro no mundo - disse um torcedor para um amigo dentro da loja oficial do Real Madrid.
E, como em todo lugar do mundo, os cambistas estavam agindo livremente na porta do estádio. A entrada mais barata comercializada no mercado negro, no setor mais alto do estádio, não saía por menos de € 200 (R$ 800). A mais cara, no segundo pavimento, por € 400 (R$ 1,6 mil). E tem torcedor que chegou a cogitar comprar os bilhetes.
- Você vai ficar por aqui mais um tempo? Vou até a loja e lá penso que vou comprar ou não - disse um torcedor, que questionou o cambista logo após ouvir o preço oferecido pelo vendedor a reportagem.
Constelação em campo
Enquanto o técnico Rafa Benítez aproveitou a não convocação de vários de seus jogadores e conseguiu recuperar nomes como Benzema e Bale, Luis Enrique teve a oportunidade de ver Lionel Messi recuperando-se gradativamente do problema no joelho esquerdo. No fim do dia, o comandante culé liberou a convocação para a partida com a presença do argentino. Só não se sabe ainda se ele será titular - a tendência é que comece jogando.
Outras três estrelas de Real e Barcelona estão confirmadíssimas na partida deste sábado. Do lado merengue, o português Cristiano Ronaldo. Do lado culé, Luis Suárez e Neymar completam o ataque. O brasileiro, por sinal, não pode repetir as atuações que teve com a seleção brasileira nos jogos diante da Argentina (empate por 1 a 1, em Buenos Aires) e do Peru (vitória por 3 a 0, em Salvador), pelas eliminatórias, caso queira ser importante para o Barça no clássico.
O Barcelona lidera a classificação após 11 rodadas, com 27 pontos, contra 24 do vice-líder Real Madrid. Um triunfo colocaria os culés seis pontos à frente do arquirrival.
Confira as prováveis escalações:

Real MadridNavas, Carvajal, Sergio Ramos, Varane (Pepe) e Marcelo; Kroos, Modric e James (Casemiro); Bale, Cristiano Ronaldo e Benzema (Jesé). Técnico: Rafa Benítez.
BarcelonaBravo, Daniel Alves, Mascherano, Piqué e Alba; Busquets, Rakitic (Vermaelen) e Iniesta; Neymar, Suárez e Messi (Sergi Roberto). Técnico: Luis Enrique.
Árbitro: Fernández Borbálan.

Bernabeu segurança Real Madrid x Barcelona (Foto: AP)Polícia reforça a segurança ao redor do Bernabéu antes do clássico deste sábado (Foto: AP)

quinta-feira, 19 de novembro de 2015

II CAMPEONATO PEDREIRENSE DE XADREZ SERÁ REALIZADO HOJE,:

PARABÉNS AOS ENXADRISTA!


É comemorado no dia 19 de novembro o dia Internaciona do Xadrez, o qual é referência à data de nascimento do cubano José Raul Capablanca, primeiro sulamanricano a desbancar os americanos e russos na modalidade.
Túmulo de Capablanca em Havana.


O jogo, conhecido como "Rei dos Jogos e Jogo dos Reis", ´foi introduzido no mundo há muitos anos e há várias versões que a explicam. A mais aceita pelos estudiosos é a Lenda de Sissa, na qual um sábio apresenta ao seu rei, que havia perdido seu filho em uma batalha e perdido o gosto pela vida. No entanto, ao desfrutar dos conhecimentos do jogo de tabuleiro mais famoso no mundo, o monarca ofereceu uma recompensa, a qual o sábia recusou de cara. Porém, com muita insistência, a acaba aceitando com a seguinte condição: Na primeira cada do tabuleiro os matemáticos teriam que colocar um grão de trigo e na segunda o dobro e assim sucessivamente. 
Curso de Xadrez em Igarapé Grande.
Todos, no início, debocharam e criticaram o sábio, achando que ele deveria ter pedido joias e riquezas. Não sabiam eles que ao chegar antes do meio do tabuleiro já não havia trigo suficiente para pagar a dívida. Ficaram assustados e comunicaram ao rei que a mesma seria impossível ser paga. Sissa absolveu o rei dessa promessa e se tornou o seu ministro. Depois dessa história correr o mundo, o Xadrez conquistou vários continentes e até hoje encanta quem o pratica.
Professoras da escola Manoel Matias em Igarapé Grande.

EM PEDREIRAS e TRIZIDELA....
A luta foi muito difícil, mas hoje se tornou mais maleável, haja visto que já é oferecida nos jogos escolares da região. Antes, no entanto, não davam valor, como não o fazem até hoje. Optando em gastar muito dinheiro com o futebol, que somente deseduca e indisciplina nossos discentes em sala de aula.Portanto, como modalidade desportiva, o Xadrez foi introduzido por mim tanto em Pedreiras como em Trizidela doVale e até hoje todos as conquistas são feitas por meus alunos.
E hoje, sexta-feira, acontecerá o II Campeonato Pedreirense de Xadrez na praça do Jardim às 19:00h e contará com a presença dos desportistas da região e, dentre eles, estará o atual campeão: Marcos Vinícius, que defenderá seu título contra atletas de várias cidades.
Leandro levando Xeque-mate do Karleandro, sendo observado pelo campeão Marcos Vinícius,

A competiçao é uma promoção do Blog Fã de Esportes e do GRÊMIO DESPORTIVO VALENSE e objetiva difundir o Xadrez na sociedade cada vez mais ociosa e viciada em tecnologias, hábitos que só prejudicam o processo ensino-aprendizagem.


terça-feira, 17 de novembro de 2015

CORINTHIANS FICA MAIS UMA VEZ NAS SEMIS DA LIGA NACIONAL DE FUTSAL E ORLÂNDIA DECIDE TÍTULO COM CARLOS BARBOSA

Com polêmicas e rivalidade, Orlândia x Corinthians ganha ares de "Derby"

De origem italiana, assim como o Palmeiras, clube do interior vem fazendo papel do maior rival do Timão nas quadras. Relembre confusões no encontro entre as equipes

Por Uberaba e Rio de Janeiro
Pensou em rivalidade do futebol paulista, logo vem à cabeça do torcedor o duelo Corinthians x Palmeiras. No futsal, porém, cabe ao Orlândia, time do interior do estado, a missão de ser o maior rival do Timão. De 2009 ao presente momento, as duas equipes se enfrentaram em dez confrontos decisivos, com o Alvinegro do Parque São Jorge saindo vitorioso em apenas três deles. Nesta segunda-feira, em Uberaba-MG, o Orlândia ampliou as estatísticas ao eliminar o Corinthians na semifinal da LNF - o Timão já havia parado diante do rival na mesma fase nos três anos anteriores. Como de praxe no encontro entre as duas equipes, o duelo desta segunda foi marcado por muita polêmica e confusão, com a partida ficando parada por 20 minutos devido a uma briga, que começou na quadra e se estendeu para a arquibancada do Centro Olímpico de Uberaba.
Renan, ala do Orlândia (Foto: Márcio Damião/ADC Intelli)Deives, na marcação de Renan: "É o maior clássico do futsal brasileiro da atualidade" (Foto: Márcio Damião/ADC Intelli)
- Com certeza é o maior clássico do futsal brasileiro da atualidade. Ganhamos um título na casa deles este ano, lutamos para repetir isso na Liga, mas não conseguimos. O jogo foi de igual para igual, lutamos até o último segundo e saímos de cabeça erguida, parabenizando o Orlândia pelo excelente trabalho, transformando esse duelo em um grande clássico - afirmou o pivô corintiano Deives, que defendeu as cores do rival em 2012.

Sobre a confusão na partida desta segunda, em Uberaba, o artilheiro do Timão preferiu tentar colocar um ponto final na polêmica:
- Foi um momento de euforia de um torcedor que pulou na quadra e iniciou a confusão. Não sei o que aconteceu, mas o pessoal acabou invadindo, as providências tomadas não foram as mais acertadas e acabou causando todo aquele tumulto - comentou.
origem italiana

Assim como o Palmeiras, o Orlândia tem suas origens na colônia italiana. Fundado em 1977 pelo empresário italiano Vincenzo Spedicato - atual presidente de honra e principal investidor do time -, o Orlândia entrou para o hall de grandes clubes do estado em 2003, quando conquistou o seu primeiro Paulista. Desde então, foram mais dois títulos estaduais, duas Ligas Nacionais (2012 e 2013), duas Superligas (2013 e 2014) e uma Libertadores (2013).
Corinthians Orlândia Liga Paulista de futsal  (Foto: Divulgação/Corinthians)Corinthians x Orlândia, o Derby das Quadras (Foto: Divulgação/Corinthians)
A rivalidade com o Corinthians começou em 2009. Na ocasião, as equipes decidiram o Paulista, com vitória corintiana. No ano seguinte, veio o troco orlandino: título estadual em cima do Alvinegro. Para apimentar ainda mais a rivalidade, os times se encontraram em duas semifinais em 2012. No Paulista, vitória do Corinthians. Na Liga Nacional, triunfo do Orlândia.
A classificação para a final da LNF diante do Timão se repetiu nos três anos seguintes. Em 2013, 2014 e 2015, o Orlândia chegou à decisão da competição nacional ao deixar o rival para trás na semi. O mesmo aconteceu na semifinal da Liga Paulista do ano passado, quando o Orlândia despachou o Corinthians pela segunda vez no mesmo mês. As equipes se encontraram ainda na final do Paulista desse ano. Desta vez, quem se deu melhor foi o Corinthians, que conquistou o título em pleno ginásio Maurício Leite de Moraes, em Orlândia.
clássico marcado por brigas e confusões

Boa parte destes duelos decisivos foram marcados por polêmicas e confusões. Na semifinal da LNF 2014, o Corinthians ia conquistando a classificação até o Orlândia conseguir a virada no último segundo da prorrogação. O gol de Dieguinho causou um clima de desespero nos corintianos presentes ao Parque São Jorge. Indignados, diversos torcedores invadiram a quadra para agredir o trio de arbitragem, após os jogadores corintianos reclamaram de toque de mão na jogada do gol da eliminação, o que não foi atendido pelos árbitros.
Confusão Corinthians x Orlandia Futsal (Foto: Rodrigo Gazzanel / Agência Estado)Confusão Corinthians x Orlandia Futsal (Foto: Rodrigo Gazzanel / Agência Estado)
Em outubro deste ano, na final da Liga Paulista, novo encontro regado à tensão. Após uma discussão entre Cabreúva e Elisandro, Arthur acabou expulso e um grupo de reservas do Timão passou a discutir com torcedores, que chegaram a cuspir nos atletas da arquibancada (assista no vídeo abaixo). Após troca de agressões e intervenções dos seguranças dos dois clubes, a partida foi reiniciada depois de 15 minutos.
Nesta segunda-feira, uma briga generalizada interrompeu por cerca de 20 minutos o duelo entre as equipes em Uberaba. O ápice da confusão aconteceu quando um torcedor, que estava na arquibancada do lado do Orlândia, invadiu a quadra para agredir o goleiro Deivd, da equipe do interior paulista. Naquele momento, a partida estava paralisada após uma troca de empurrões entre jogadores das duas equipes, iniciada após discussão entre Neto, do Corinthians, e Gadeia, do Orlândia.
Orlândia Corinthians semifinal LNF 2015 confusão uberaba (Foto: Cleber Akamine)Orlândia Corinthians semifinal LNF 2015 confusão uberaba (Foto: Cleber Akamine)
Logo após a agressão a Deivd, os seguranças do Orlândia foram à arquibancada tentar retirar o torcedor. Um orlandino chegou a agredir o mesmo com socos e chutes, gerando revolta nos corintianos, que passaram a trocar mais agressões com os torcedores rivais nas arquibancadas. Após alguns minutos de muita briga, policiais militares entraram no ginásio para conter a confusão.



segunda-feira, 16 de novembro de 2015

Carlos Barbosa vence Sorocaba, e Falcão fica fora da final após 10 anos

Time de Falcão perde no tempo normal (7 a 5) e na prorrogação (3 a 1) e dá adeus ao sonho do bicampeonato. Camisa 12 perde a cabeça e dá cusparada na torcida

Por Carlos Barbosa, RS

Ginásio lotado, 16 gols, provocações, fim da série de 10 finais consecutivas de Falcão e cusparada do maior ídolo do futsal mundial nos torcedores. A semifinal da Liga Nacional de Futsal (LNF) entre Carlos Barbosa e Sorocaba foi recheada de ingredientes. Melhor para o time gaúcho, que venceu no tempo normal (7 a 5) e na prorrogação (3 a 1), voltando à final da LNF após seis temporadas. Ao atual campeão Sorocaba resta a decisão da Libertadores da modalidade como chance de segundo título na temporada - o time do interior paulista foi campeão da Zona Sul da torneio. (confira os melhores momentos da partida no vídeo acima).
Carlos Barbosa enfrenta na final da Liga Nacional o vencedor do duelo entre Orlândia e Corinthians, que empataram o primeiro jogo em 3 a 3 e se enfrentam nesta segunda-feira, às 19h, em Uberaba (MG). A decisão será em duas partidas, inicialmente marcadas para os dias 23 e 30 de novembro.
O jogo 
Precisando vencer para forçar a prorrogação, Carlos Barbosa quase marcou duas vezes com apenas 30 segundos de partida. Mas a pressão gaúcha proporcionou ao Sorocaba espaços para atacar e deixou a partida com inúmeras chances de gol para os dois times. Muito movimentado, o gol saiu em jogada de bola parada. Foglia foi derrubado na entrada da área. Na cobrança ensaiada, Xuxa rolou, Falcão ameaçou, mas quem bateu para marcar o gol foi Rodrigo.
Após abrir o placar, Sorocaba passou a controlar a partida diante de um Carlos Barbosa nervoso, jogando para um ginásio que se calou. Quando parecia que o placar do primeiro tempo não mudaria, Carlos Barbosa conseguiu balançar a rede após 53 minutos jogando contra Sorocaba (40 minutos da primeira partida e mais 13 de bola rolando no Rio Grande do Sul).
Murilo recebeu a bola no canto esquerdo da quadra, passou por Xuxa, deixou Rodrigo no chão e soltou a bomba no canto alto de Tiago, sem chance para o goleiro, empatando a partida para delírio dos mais de 7 mil torcedores presentes no ginásio.
Carlos Barbosa x Sorocaba, semifinal da Liga Nacional de Futsal 2015 - Tiago, goleiro do Sorocaba (Foto: Ricardo Artifon )Carlos Barbosa tirou a invencibilidade de Tiago na fase final da LNF e marcou sete gols no goleiro no tempo normal da segunda partida da semifinal (Foto: Ricardo Artifon )

Na volta do intervalo, Carlos Barbosa adotou a mesma estratégia do início da partida e pressionou Sorocaba. Logo aos dois minutos conseguiu o gol da virada. Tiago fez pênalti em Bruno após ser driblado. Na cobrança, Zico bateu no canto esquerdo, sem chance de defesa e colocando o time gaúcho em vantagem no placar.
Precisando de um gol para se classificar, Sorocaba partiu para o ataque e passou a dar o contra-ataque para os donos de casa. Em sequência, Carlos Barbosa ampliou em duas jogadas rápidas.
Primeiro com Bruno, após passe de Marlon. Na saída de bola, o time gaúcho recuperou a bola e Kevin recebeu no lado direito e soltou a bomba, no ângulo de Tiago: 4 a 1.
Sorocaba diminuiu com Fellipe Mello, que recebeu passe de letra de Betão. Dos pés de Fellipe Mello veio o terceiro, que tocou para Xuxa bater, de primeira, no canto de Gian. 
Empolgado com a recuperação, o Sorocaba manteve a estratégia de goleiro-linha mesmo restando sete minutos para o fim do jogo. A tática quase deu certo. No entanto, a finalização errada de Fellipe Mello deu sobra Grillo, que bateu para o gol e encobriu o "goleiro" Falcão, deixando Carlos Barbosa com vantagem de dois gols no placar.
No lance seguinte, após triangulação de Falcão e Fellipe Mello, a bola foi rolada para Rodrigo, com o gol livre, marcar o quarto do Sorocaba.
O que parecia ser o balde de água fria de Carlos Barbosa veio restando dois minutos para o fim do jogo, com o Bruno, que apareceu livre na entrada da área após cobrança de escanteio. Na saída de bola, Betão recebeu, limpou o marcador e marcou o quinto do Sorocaba.
No último minuto do tempo normal, Sorocaba novamente apostou no goleiro-linha. Após Xuxa dividir a bola com Grillo, a bola sobrou para Rafa marcar o sétimo do Carlos Barbosa e levar a decisão para a prorrogação.
Polêmica
Após sofrer o gol, Falcão perdeu a cabeça e soltou uma cusparada em direção aos torcedores que estavam concentrados atrás do gol do Sorocaba. O gesto do craque acabou despertando a ira dos torcedores, que passaram a atirar objetos em direção ao jogador. A partida ficou paralisado por alguns minutos até que os ânimos fossem acalmados.
Falcão cospe em torcedores no ginásio em Carlos Barbosa (Foto: Reprodução / SporTV)

Prorrogação
Carlos Barbosa x Sorocaba, semifinal da Liga Nacional de Futsal 2015 -Grillo, Carlos Barbosa (Foto: Ricardo Artifon )Grillo foi um dos destaques de Carlos Barbosa na partida (Foto: Ricardo Artifon )
Precisando vencer para ir à final, Sorocaba começou o segundo tempo com o goleiro-linha. Após confusão com os torcedores, Falcão acabou sofrendo o gol e perdendo o camisa 12 por alguns minutos após sentir lesão.
Pito abriu o placar e na sequência Zico logo ampliou para 2 a 0.
Rodrigo, diminuiu para o Sorocaba e manteve o time do interior paulista com chances de classificação.
Pressionando Carlos Barbosa e sem Falcão em quadra, Sorocaba não conseguir inverter a vantagem do time gaúcho e ainda acabou sofrendo o terceiro gol. Com a meta do Sorocaba livre, Zico arriscou o chute, marcou o terceiro e deu a classificação ao Carlos Barbosa, que volta a uma final da Liga Nacional após seis temporadas: 3 a 1.
ESCALAÇÕES
Carlos Barbosa: Gian, Marlon, Bruno, Kevin e Pito. Entraram: Alê Falcone, Grillo, Zico, Canabarro, Dener, Murilo, Rafa, Venâncio e Felipe Valério. Técnico: Marquinhos Xavier.
Sorocaba: Tiago, Rodrigo, Fellipe Melo, Xuxa e Foglia. Entraram: Fernando, Betão, Ricardinho, Bruno Souza, Falcão e Tatu. Técnico: Serginho Schiochet.

Após cusparada em direção aos torcedores, jogador se desculpa e diz que errou ao revidar provocação: "Não é fácil você descer do ônibus e ser xingado e cuspido"

Por Sorocaba, SP

A partida deste domingo entre Sorocaba e Carlos Barbosa não só decretou a derrota do time do craque Falcão, como mostrou uma atitude incomum do jogador com os torcedores. Durante o jogo, o camisa 12 entrou na provocação de parte da torcida que se concentrava atrás do gol do Sorocaba, que atiravam cerveja no jogador. O revide de Falcão foi uma cusparada em direção ao aglomerado de torcedores (confira no vídeo acima).
Na manhã desta segunda-feira o craque postou em uma de suas redes sociais um desabafo e um pedido de desculpas para todos que viram as imagens.
Confira o que o jogador falou:
É muita pressão psicológica, e eu fui fraco ao revidar uma provocação Eu detalhei isso para que antes do julgamento, se coloquem um pouco no meu lugar. Justifica ??? Não, não justifica"
Falcão
– Bom dia a todos. Estou passando pra pedir desculpas sobre a minha reação no jogo de ontem. Sabemos que todos cometemos atos falhos durante os dias e a vida, porém quando você é uma pessoa pública, você é visto o tempo todo, sendo que as pessoas que julgam ou falam besteira, nem sempre estão sendo "vistas". Não é fácil você descer do ônibus e ser xingado e cuspido, você entrar pra um aquecimento ser xingado por muitos, começar o jogo, a torcida ficar a 1 metro de você, xingando e cuspindo , você querer jogar, e uma lesão de meses não te deixar, você entrar em um jogo tão importante em uma função que não é a sua, e nessa função, continuar perto da torcida e tomar várias cusparadas, assim como acontece em outro lugares também. Claro que são alguns, pois a torcida deu um show. É muita pressão psicológica, e eu fui fraco ao revidar uma provocação Eu detalhei isso para que antes do julgamento, se coloquem um pouco no meu lugar. Justifica ??? Não, não justifica. Venho aqui pedir perdão pelo ato, desculpas para meus fãs, amigos, crianças e principalmente meus filhos. Minha imagem não foi feita de um dia para o outro, já errei antes, errei agora e pretendo não errar mais. Não vão descapitalizar a minha imagem assim. Quem convive comigo no dia a dia , sabe que isso não vem de mim. São 20 anos de carreira, sempre exaltado por todos vocês e devo sim esse pedido de desculpas a todos vocês. Obrigado pela compreensão e carinho de sempre – disse Falcão.
SAIBA MAIS: Carlos Barbosa vence Sorocaba, e Falcão fica fora da final após 10 anos
Falcão buscava levar o Sorocaba ao bicampeonato da competição e também aumentar seu recorde pessoal e chegar à sua 11ª final consecutiva na Liga Nacional e ao sétimo título seguido do torneio. O camisa 12 se concentra agora na recuperação total de uma lesão na coxa e na decisão do título da Libertadores, que será disputada em dezembro, em Sorocaba, contra o Real Bucaramanga (COL).
Falcão, desabafo, futsal, cuspe, sorocaba (Foto: Reprodução/ Instagram)Falcão pediu desculpas através de uma rede social (Foto: Reprodução/ Instagram)

quarta-feira, 11 de novembro de 2015

CIRCUITO TRIZIDELENSE DE FUYVÒLEY NO ANIVERSÁRIO DE TRIZIDELA DO VALE

 
Foi na manhã do domingo (08.11) que a dupla Matôso e Biné conquistou o troféu de campeão do Circuito Trizidelense da categoria. 
Jefinha, Paulinho, Matôso e Biné.
  
A competição, promovida pela Secretaria Municipal de Esportes, contou com 04 duplas. Além dos campeões, claro, Jefinha, atleta do Valense, fez dupla com o Paulinho, os quais foram os vice campeões, Jardel /Da pata e César/Kara de Formiga.

O torneio foi arbitrado pelos próprios atletas e a mesma ocorreu na Quadra Ernando Alves na Rua do Campo. Confira imagens do evento.









César, Kara de Formiga e Jardel e Da pata.



segunda-feira, 9 de novembro de 2015

FAZENDO HISTÓRIA: TRIZIDELA VENCE BACABAL EM DESAFIO DE BASKET

CESTA DE MIL PONTOS EM TRIZIDELA!

Romário, destaque da equipe de Bacabal, recebendo combate do Edmar, destaque da partida.

Em comemoração ao 21º aniversário de Trizidela do Vale aconteceu o primeiro jogo oficial de basquete da região e, diga-se de passagem, que jogo. Jogão de bola! Fantástico. 

A partida foi vencida pela equipe trizidelense por 57x47 tendo como destaque o armador e amante do basquete Edmar, amigo de muito tempo, desde os tempos de juventude em São Luis, quando o mesmo arquitetava seu futuro fazendo cursos de libras, naquela época área pouco enfatizada e que lhe rendeu um concurso de Professor de Libras no Estado.
Evangélico e pai de duas meninas, Edmar vem lutando em prol deste esporte há muitos anos. Tive meus primeiros contatos com o basquete em Sao Luis, quando estudei na escola Agrotécnica Federal, hoje IFMA, e depois pratiquei muito no sítio onde o mesmo residia, no bairro Matador, no qual o cara não errava uma cesta. Ficava massacrando a galera. Muito talentoso e amigo pra toda hora.
Outro talento desperdiçado em Pedreiras é o craque de bola Alex, que não participou da partida devido estar em um curso de arbitragem em Imperatriz. 
Bacabal Basquete;

Karkara's Basquete.
Quando tive contato com ele o procurei e tentamos implantar algumas vezes. Tentei até mesmo inúmeras vezes conseguir um contrato em Trizidela e Pedreiras como professor, haja visto que o mesmo era acadêmico de Educação Física e teve que trancar o curso por motivos alheios a sua vontade. Nunca consegui devido esporte não ter valor para políticos quando não é época de eleição. Era atleta de basquete em Imperatriz. Agora, vendo ele junto com a galera isso só orgulha quem gosta de esporte.
 
Outro atleta que merece destaque e ser lembrado é o meu colega de profissão Gesiel Rios, que recentemente teve que fazer uma cirurgia séria devido a uma contusão no braço depois de uma queda em uma disputa de bola, mas está tudo bem e em breve o cara estará de volta.
A todos os atletas do Novo Basquete de Pedreiras e Trizidela só tenho que tirar meu chapéu. Muito bonito mesmo. É assim que se muda a cultura de um povo: com força de vontade e dedicação e amor ao esporte. Só quem sente sabe o que este sentimento faz com a gente.


A equipe de Bacabal tem como destaque o Romário que em um lance impressionante deu uma tabelada no Edmar que empolgou sua equipe. Jogada show.
Claro que não poderia deixar de agradecer também ao Secretário de Esportes Chico, que mesmo sem ser desportista se mostra um grande gestor, principalmente por não priorizar apenas futebol.
Outras atenções especiais têm que ser dadas para as pessoas de bem que vêm dando auxílio e incentivo ao basquete, como o caso do Juiz de Direito dr. Marcos Adriano e do Pastor Roberto e não esquecer das esposas e famílias que estão comparecendo para prestigiar os eventos. É disso que a gente precisa. Esporte não deve ser alienado a drogas e sim à família. A ociosidade é o grande mal de nossa sociedade nos dias atuais. O esporte se caracteriza como um vício saudável que todos precisamos.
Dr. Marcos Adriano e Ivanilson.
 A equipe de apoio e arbitragem contou com outro desportista de peso, Ivanilson, que arbitrou a partida e o acadêmico de Educação Física Vagne Oliveira no placar eletrônico, também fraturado e aguardando sua volta às quadras, meu ex-aluno e praticante desde minhas aulas de basquete no seu tempo de escola.
A partida teve  o apoio do corpo de bombeiros e de autoridades que se fizeram presentes.
Como programação definida, a coordenação do Karkara's informa os seguintes jogos:
 KARKARA'S X AVAB
Ginásio Goiabal
Sábado 14.11 às 16:00h


KARKARA'S X AVAB
Ginásio do Aeroporto em Trizidela do Vale
Domingo 15.11 às 09:00h

 KARKARA'S X VETERANOS DO BATISTA DE SÃO LUIS
Ginásio Goiabal
Sábado 05.12 às 16:00h

Vagne Lago, graduando de Educação Física e ex-aluno do Professor Rubinho.

Autoridades presentes no ginásio de esportes.

Professor Rubinho vibrando com mais um esporte na cidade. Show.